quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Segunda reunião entre sindicatos e Marfrig não apresenta evolução na proposta de acordo coletivo de trabalho


Expectativa de acordo fica para terceiro encontro entre sindicatos e Marfrig marcado para março em São Gabriel

      A expectativa de que o segundo encontro entre representantes dos sindicatos de trabalhadores nas indústrias de alimentação de Bagé, Alegrete, São Gabriel e Pelotas com representantes dos Marfrig Group pudesse apresentar evolução nas negociações para o acordo coletivo de trabalho da categoria não resultou em avanços. A empresa alegou dificuldades e manteve a mesma proposta da reunião anterior, que seria um reajuste pelo índice da inflação de 4.13%, apurada no período de junho de 2014 a janeiro de 2015.
      Como não houve avanços, os sindicatos mantiveram a proposta dos trabalhadores de um reajuste salarial de 16%, um Salário Normativo de R$ 1.200,00, um Salário Profissional (Magarefe, Desossador e Faqueiros) no valo de R$ 1.280,00 e a manutenção das demais cláusulas. 
      As lideranças sindicais apontam que a empresa reajusta o valor de seus produtos quase que diariamente, os trabalhadores esperam mais de ano por um reajuste salarial. Entre as alegações do Marfrig é que a indústria não suporta o reajuste e ai quebrar, que reajustar os salários gera inflação. Grande parte da produção do Marfrig é destinada à exportação. "Grande parte do que é produzido nas unidades de Bagé e Hulha Negra é vendida em dólar. Há um ano a cotação estava em R$ 2,20 e hoje está perto de R$ 3,00, não acreditamos que a situação esteja ruim", frisa o presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação de Bagé e Região, Luiz Carlos Cabral. 
      De acordo com o presidente do STIA/Bagé, os trabalhadores seguem produzindo e agora aguardam uma melhoria na condição salarial. "Faz mais de 20 anos que participamos de negociações e as empresas sempre dizem que a situação está ruim, embora lucrem bastante", argumenta Cabral. Uma nova reunião entre sindicatos e Marfrig ficou agendada para o dia 24 de março, em São Gabriel. 

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Sindicatos de trabalhadores da alimentação tem segundo encontro com Marfrig sobre campanha salarial 2015



      Neste dia 25 acontece o segundo encontro de negociação entre representantes de Sindicatos de Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação de Alegrete, Bagé, São Gabriel e Pelotas com representantes do Marfrig Group em Porto Alegre. O objetivo é tratar sobre o acordo coletivo de trabalho sobre a campanha salarial 2015. O encontro acontece a partir das 10h, na sala de apoio da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Alimentação e Afins/Sul (CNTA/Sul). Representam o sindicato de Bagé o presidente Luiz Carlos Cabral, o vice-presidente Cláudio Gomes Gonçalves, e os diretores Eduardo Abs da Cruz Netto Costa, Marcos Barcellos Barbosa Vivian e Nilson Barres Costa.
      No primeiro encontro, realizado dia 10 de fevereiro, o Marfrig apresentou uma proposta de reajuste geral da aplicação do INPC de 4.13% para os salários e as demais cláusulas econômicas. Já os sindicatos apresentaram uma pauta enxuta composta de 13 itens, destacando um reajuste geral de 16%, salário normativo no valor de R$ 1.200,00, Salário Profissional (Magarefe, Faqueiros e Desossadores) no valor de R$ 1.280,00 e a manutenção das demais cláusulas. Uma outra reunião entre as partes já está agendada para o dia 17 de março, no Sindicato da Alimentação de São Gabriel.

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

Marfrig oferece reajuste da inflação pelo INPC a sindicatos de trabalhadores da alimentação em primeiro encontro


Duas novas reuniões ficaram agendadas entre as partes
Sindicatos e Marfrig apresentaram propostas e novos encontros foram agendados

      A primeira reunião de negociação entre representantes de Sindicatos de Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação de Alegrete, Bagé, São Gabreil e Pelotas com representantes do Marfrig Group em Porto Alegre sobre a campanha salarial 2015 apresenta novidades em relação aos últimos anos. O Marfrig levou já no primeiro encontro uma proposta de reposição salarial. A reunião ocorreu na sala de apoio da CNTA/Sul.
      Após um amplo debate entre as partes, a empresa fez sua proposta, oferecendo um reajuste geral da aplicação do INPC de 4.13% para os salários e as demais cláusulas econômicas. Já os sindicatos apresentaram uma pauta enxuta composta de 13 itens, destacando um reajuste geral de 16%, salário normativo no valor de R$ 1.200,00, Salário Profissional (Magarefe, Faqueiros e Desossadores) no valor de R$ 1.280,00 e a manutenção das demais cláusulas.
      As próximas reuniões de continuidade das negociações foram agendadas para o dia 25 de fevereiro, na sala de apoio da CNTA/Sul em Porto Alegre, e no dia 17 de março, no Sindicato da Alimentação de São Gabriel.
      Quatro diretores do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação de Bagé e Região (STIA) participaram do encontro. Para o presidente Luiz Carlos Cabral, pelo fato de ser a primeira reunião de negociações o grupo que estava reunido avaliou como positivo o fato de o Marfrig ter encaminhado uma proposta. "Diferente dos anos anteriores, a empresa apresentou um índice, que nos permitirá retirar uma base do que poderá ocorrer nas próximas negociações", salienta Cabral. Vale destacar que o período de inflação será relativo a oito meses, tendo em vista a alteração da data-base dos trabalhadores do Marfrig de junho para fevereiro. Deve ser levado, no índice inflacionário, o período entre junho de 2014 a 31 de janeiro de 2015. 

sábado, 7 de fevereiro de 2015

Representantes do STIA/Bagé vão a Porto Alegre participar de primeira rodada de negociações do dissídio coletivo com representantes do Marfrig


      Quatro diretores do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação de Bagé e Região (STIA/Bagé) estarão em Porto Alegre neste dia 10 de fevereiro para participar do primeiro encontro de negociações com o Marfrig Group visando ao dissídio coletivo da categoria. Participam da reunião, que acontece às 14h na sala de apoio da CNTA/Sul, o presidente Luiz Carlos Cabral, o vice-presidente Cláudio Gomes Gonçalves e os diretores Eduardo Abs da Cruz Netto Costa e Marcos Barcellos Barbosa Vivian.
      A data base para os trabahadores do Marfrig/Bagé e da Pampeano Alimentos a partir de 2015 foi antecipada de 1º de junho para 1º de fevereiro. Com isso, as negociações serão feitas tendo como base o índice de inflação no período entre junho de 2014 até janeiro de 2015. Também irão participar do encontro representantes de sindicatos de trabalhadores da alimentação dos municípios de Alegrete, Pelotas e São Gabriel.
      Os eixos da campanha salarial 2015 são: reajuste salarial de 16%, piso único de R$ 1.200,00, indenização referente aos meses com 31 dias, transporte gratuito, exames específicos para mulheres, auxílio-escolar, redução da jornada de trabalho e melhores condições no ambiente de trabalho.

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Primeira reunião de negociação com Marfrig sobre campanha salarial 2015 tem data definida



      Foi definida a data do primeiro encontro de negociação entre o Marfrig Group e os sindicatos de trabalhadores nas indústrias de Alimentação de Alegrete, Bagé, Pelotas e São Gabriel visando à campanha salarial 2015. Será dia 10 de fevereiro, às 14 horas, na sala de apoio da Confederação Nacional dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação e Afins (CNTA-Sul) em Porto Alegre. Os sindicatos já encaminharam a proposta à empresa.
      Na região de Bagé houve duas assembleias. A primeira, em 29 de novembro de 2014, envolvendo trabalhadores de Hulha Negra. A segunda, em 6 de dezembro do ano passado, mobilizando empregados do Marfrig em Bagé. Os encaminhamentos foram repassados a representantes do Marfrig em 18 de dezembro. "Embora o período curto de oito meses para a definição de um índice de reposição salarial, esperamos que haja avanço nas negociações', aponta o presidente em exercício do STIA/Bagé, Cláudio Gomes Gonçalves. 
      Vale destacar que houve mudança na data-base dos trabalhadores do Marfrig - antes era 1º de junho e agora é 1º de fevereiro. Com isso deve ser levada em conta a inflação do período para a elaboração do índice de reajuste nesse período de oito meses, que vai de junho de 2014 a janeiro de 2015. 

quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Representantes do STIA/Bagé participam de encontro sindical em Estrela

Grupo acompanhou análise conjuntural sócio-econômica do país e do mundo com técnico do DIEESE
Encontro debateu itens da negociação para campanha salarial 2015

      No último dia 26, representantes do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação de Bagé e Região (STIA) participaram de um encontro em Estrela.  Entre os assuntos em pauta estiveram o relato dos representantes sindicais sobre as atividades em suas respectivas bases, as demissões dos trabalhadores e o fechamento da planta do frigorífico Marfrig em Alegrete, além da Campanha Salarial de 2015.
      Na oportunidade, estiveram reunidos também representantes dos sindicatos da Alimentação de Alegrete, Estrela, Dom Pedrito, Caxias do Sul, São Gabriel. Ijui, Pelotas, Camaquã, Passo Fundo, Panificação Porto Alegre, Sala de Apoio da CNTA/Sul e a Federação dos Trabalhadores no Fumo. Representaram o STIA/Bagé o vice-presidente Cláudio Gonçalves além dos diretores Luiz Ariovaldo Correa Bandeira e Danilo Eduardo Gonçalves Lima. 
      No dia 27, o grupo esteve reunido com o técnico do Departamento Intersindical Estatística de Estudos Sócio Econômico (Dieese), Ricardo Franzói, abordando a atual conjuntura no Brasil e no Exterior. Houve ainda a discussão sobre a Campanha Salarial de 2015, definindo estratégias, reivindicações e eixos da campanha. O grupo deliberou, ainda, pela realização do 1º Encontro de Formação Sindical que será realizado no Sindicato da Alimentação na cidade de Passo Fundo, na primeira quinzena de Abril com data a ser confirmada. 

domingo, 25 de janeiro de 2015

Nota de pesar pelo falecimento de Carlos Alberto Fagundes


      Com muito pesar, o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação de Bagé e Região comunica o falecimento do técnico em Segurança do Trabalho aposentado, Carlos Alberto Fagundes. Vítima de infarto, ele faleceu na madrugada deste domingo, 25 de janeiro.
      O sepultamento ocorrerá às 20h30min, no Cemitério da Santa Casa de Caridade de Bagé.
      Carlos Alberto Fagundes também era perito da Justiça do Trabalho, associado do Sindicato e prestador de serviços nas áreas de atuação onde era especialista. Ele tinha 61 anos.
      À família nosso sentimento de solidariedade e condolências.